Quando o Mi Max foi anunciado em maio do ano passado, os fãs da Xiaomi puderam mais uma vez aproveitar da filosofia de “qualidade a preço baixo” adoptada pela marca, mas agora num novo formato: um phablet com um enorme ecrã de 6.44″. No primeiro flash sale foram mais de 8 milhões de inscritos para o comprar, número bastante expressivo para um dispositivo com proporções tão grandes especialmente para a China: a ideia, antes do lançamento, era a de que os chineses tinham preferência por dispositivos com disposta mais pequenos, por serem confortáveis de usar e caberem facilmente em qualquer bolso.

No evento ocorrido hoje na China, a Xiaomi finalmente revelou o sucessor do seu phablet. Antes do anúncio, os rumores em torno do Mi Max 2 foram escassos, diferente do lançamento da versão anterior que foi amplamente anunciada antes da conferência. Passado o lançamento, podemos agora conferir o que a Xiaomi trouxe de novo para a linha Max.

No total, são 2 variantes lançadas, com configurações diferentes de RAM e armazenamento. O Mi Max 2 contará com o processador Snapdragon 625, um octa-core de 2.02GHz e GPU Adreno 506, 4GB de RAM e 64GB de armazenamento ou 4GB de RAM e 128GB de armazenamento na versão Y.

A bateria teve um leve upgrade, passando para monstruosos 5300mAh (~10% de aumento em relação ao Mi Max) com suporte à tecnologia QuickCharge 3.0 da Qualcomm.

BATERIA DO MI MAX 2, EM COMPARATIVO COM O MI POWER BANK DE 5000MAH.

O tempo de uso estimado para o Mi Max 2 é de até 2 dias longe de carregadores. Mas caso seja necessário carregar o dispositivo, a Xiaomi não vai decepcionar com o novo dispositivo: uma tecnologia chamada de “carregamento duplo” promete 68% de carga da bateria do Mi Max 2 em apenas 1h.

BATERIA DO MI MAX 2: 2 DIAS DE USO, COM 18H DE REPRODUÇÃO DE VÍDEOS, 10 DIAS DE REPRODUÇÃO DE MÚSICAS, 9H EM JOGOS, 21H DE NAVEGAÇÃO WEB, 19 HORAS EM LEITURA E 57 HORAS DE TEMPO DE CHAMADA.

O sensor da câmera traseira do Mi Max 2 também foi actualizado, trazendo agora o Sony Exmor IMX386, um sensor CMOS de 12MP com tamanho de pixels de 1.25μm (aumento de 56% em relação ao Mi Max). Segundo a Xiaomi, o sensor do Mi Max 2 é exatamente o mesmo encontrado na câmera primária do Mi 6. Abaixo podemos ver algumas fotos tiradas com o novo sensor:

class="attachment-medium alignnone" src="https://i0.wp.com/miuirom.com.br/wp-content/uploads/Mi-Max-2-press-slides-eng.014.png?zoom=3&fit=300%2C169" alt="" width="255" height="144" data-attachment-id="3149" data-permalink="http://miuirom.com.br/lancamento-mimax2/mi-max-2-press-slides-eng-014/" data-orig-file="https://i0.wp.com/miuirom.com.br/wp-content/uploads/Mi-Max-2-press-slides-eng.014.png?fit=1920%2C1080" data-orig-size="1920,1080" data-comments-opened="1" data-image-meta="{"aperture":"0","credit":"","camera":"","caption":"","created_timestamp":"0","copyright":"","focal_length":"0","iso":"0","shutter_speed":"0","title":"","orientation":"0"}" data-image-title="Max 2 camera sample" data-image-description="" data-medium-file="https://i0.wp.com/miuirom.com.br/wp-content/uploads/Mi-Max-2-press-slides-eng.014.png?fit=300%2C169" data-large-file="https://i0.wp.com/miuirom.com.br/wp-content/uploads/Mi-Max-2-press-slides-eng.014.png?fit=1920%2C1080" />

O design frontal do telefone foi mantido inalterado, com mudanças apenas na construção vidro do ecrã, na construção do dispositivo, adoptando uma traseira em metal unibody e laterais totalmente curvas, assim como o visto anteriormente no Mi 6, lançado no mês passado. O design, entretanto, ainda não conseguirá fugir de comparações com a Apple: a montagem das antenas, por exemplo, é extremamente similar à encontrada nos iPhones mais recentes, sendo diferenciadas apenas pela cor aplicada.

O que distingue o Mi Max 2

  • Split Screen

Um recurso que era pedido há muito tempo pela comunidade Xiaomi/MIUI foi finalmente apresentado no Mi Max 2: o modo split screen. Através dele, é possível acessar e visualizar dois apps ao mesmo tempo, sem necessidade de alternar entre ecrãs.

  • Navegação melhorada

Outra novidade no software do Mi Max 2 é em relação ao Menu de atalhos, introduzido no MIUI. Para dispositivos com ecrã tão grande como o Max, o Menu de atalhos é uma ferramenta extremamente útil para executar funções básicas sem forçar sua usabilidade ao tentar alcançar uma área distante do seu dedo.

Especificações

  • Processador Qualcomm Snapdragon 625 (octa-core 2.02GHz, Cortex-A53), GPU Adreno 506@650MHz
  • 4GB de RAM
  • 64/128GB de armazenamento
  • Câmera frontal de 5MP, traseira de 12MP IMX368
  • Bateria de 5300mAh, QuickCharge 3.0 com carregamento duplo
  • Ecrã de 6.44″ Full HD (342ppi)
  • Slot SIM híbrido (dual SIM/single SIM + Micro SD)
  • Sensor de IR, acelerómetro, bússola, giroscópio, hall sensor, impressão digital
  • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, Bluetooth 4.2, GPS / GLONASS / BeiDou
  • Conexão Type-C com suporte a Host USB
  • Alti-falante stéreo

Preço e lançamento

O Mi Max 2 começará a ser vendido no dia 1º de junho e custará CNY1699 (220€) na versão de 4GB/64GB, e CNY1999 (260€) na versão de 4GB/128GB. O dispositivo estará disponível inicialmente na cor dourada.