Não é caso isolado. Os problemas com este processador “condenaram” alguns topos de gama ao fracasso.

Os problemas não são de agora. Este Snapdragon 810 ( já comparado aqui com o seu sucessor ) apesar de oferecer performance de topo, tem um grande senão, aquece em demasia. Este aquecimento traz entre outros, problemas de estabilidade e fluidez no sistema operativo e consequentes problemas de hardware.

Já condenou alguns excelentes telefones ao fracasso. A HTC que o diga, após o desaire com o One M9.

A Sony já teve os antecessores Z3+ e Z4 alimentados por este processador. Não foram isentos de problemas pelo que se estranhou a renovação da aposta na nova gama Z5.

Tentou evitar males maiores, com o preenchimento pasta térmica em volta do processador, mas não parece ter sido suficiente. O vídeo que se segue mostra o comportamento do Z5 Compact perante o aquecimento. O touch tem um comportamento instável, deixando em alguns casos de responder de todo.


Posto isto, parece-nos que aposta de alguns fabricantes ( LG com o V10, por exemplo ) pelo Snapdragon 808 nos seus flagships, seja a mais acertada, pelo menos até ao 820 estar no mercado.