Anteriormente, num dos meus últimos artigos, falei sobre a Samsung e a capacidade da marca inovar tecnologicamente. Referi o facto da mesma estar a produzir em massa um novo chip de 6GB de RAM. Desta vez venho falar sobre “o que se diz” do novo Samsung Galaxy S7 no que diz respeito à data de lançamento e informações técnicas.

samsung-pavilion-at-the-mobile-world-congress-2015

No passado mês de Agosto, foi mencionada a possibilidade do equipamento chegar dois meses mais cedo do que é normal para a gama Galaxy S, que costuma ser apresentada normalmente nos finais de Fevereiro/inícios de Março. No entanto, recentemente a Samsung emitiu um comunicado para o site Mobile Burn, afirmando que o Galaxy S7 não será lançado em período diferente do seu ciclo anual, conforme apontavam os rumores anteriores. Um representante da equipa de marketing da empresa reforçou que o lançamento do novo topo de gama de linha da Samsung permanecerá centralizado no primeiro semestre de cada ano. Agora perante esta informação, resta saber se a marca vai realmente antecipar o lançamento do S7 para Janeiro de 2016 ou se vai mesmo esperar por Fevereiro ou Março e aproveitar o tempo para aumentar o stock do referido equipamento.

KeyVisual_black_1280

O Samsung Galaxy S7 deverá chegar ao mercado em dois modelos, ambos com ecrã 4K, um de 5,2 polegadas e outro maior, de 5,8 polegadas. Uma fonte chinesa comentou ainda no Weibo, uma rede social chinesa similar ao Twitter, que Samsung vai introduzir novamente slot microSD, mas a bateria continuará a ser selada, para garantir o mesmo design premium usado atualmente. O equipamento virá com versões de 32 e 64 GB internos, mas tendo slot microSD poderá suportar cartões além de 128GB. A empresa pode apostar numa solução semelhante ao que é encontrado em algumas fabricantes chinesas, que incluem slot microSD na mesma gaveta onde fica o SIM card. Relativamente às câmeras, a principal não deve ser menos do que 20 megapixels. A câmera frontal deverá ter um sensor superior a 8 megapixels, o que vai garantir selfies mais nítidas.

Foram encontrados vários documentos que mostram dois Galaxy S7, com diferentes chipsets, a serem testados. Um dos supostos S7 estava equipado com um Snapdragon 820 enquanto que o outro estava equipado com um processador Exynos, ambos a correr o novo Android 6.0 Marshmallow. Devido aos grandes resultados em termos de performance dos processadores Exynos que equipam neste momento vários smartphones Samsung, é provável que o fabricante sul-coreano continua a equipar o seu modelo  com os seus próprios chipset Exynos, assim, tendo isto em conta, os testes podem ter servido para comparar a performance dos dois processadores.