Uma nova notícia chegada da China pode mudar drasticamente os rumos da corrida tecnológica no segmento dos semicondutores.

A mesma, revelou em primeira mão que a sul-coreana Samsung já está a trabalhar no chipset Exynos 9610 de oito núcleos para rivalizar diretamente com a Qualcomm e o seu Snapdragon 660 no nicho intermediário premium.

O chip da Samsung terá uma performance condizente com a do Snapdragon 660 com arquitetura de 14 nanômetros FinFET. O Exynos 9610 terá quatro núcleos Cortex-A73 e quatro núcleos Cortex-A53, e assim como o rival, também será fabricado com tecnologia de 14nm.

O processador também pode ser conectado a um GPU MP3 Mali-G72, além de um modem Netcam Cat.13.

Com base nestas últimas notas, vale referir que este será o primeiro processador da família Exynos que segue correctamente a cronologia da série Exynos 9, que atualmente destaca o chipset 8895 lançado em fevereiro e que alimenta o Galaxy S8.

Samsung vai lançar dispositivos munidos do Exynos 9610 apenas no último trimestre de 2017, pelo que há ainda um longo caminho até lá.

A notícia não especifica quais aparelhos da família Galaxy serão alimentados pelo Exynos 9610, mas o documento corrobora o comunicado da Samsung dizendo que vai focar-se na linha intermediária de forma a aumentar a rendibilidade da divisão de smartphones.

Rumores do final de abril também alegaram que a empresa estaria estaria a trabalhar em chipsets ainda mais potentes e económicos que o Exynos 8895, embora nada disto tenha sido confirmado oficialmente pela Samsung.