Passaram alguns meses do lançamento do P6000 e a marca apresenta o Elephone P6000 Pro, com óbvias melhorias. Trata-se sem dúvida de uma versão mais vitaminada do antecessor.

Caso tenham andados distraídos, esta review não é o primeiro artigo droidlab.pt acerca do equipamento. Fica aqui o link para o unboxing, que vos mostra o que acompanha este equipamento na caixa.

O P6000 tinha sido lançado no final de 2014 e vinha equipado com processador Quad-Core 1,5GHz a 64 bits (Mediatek MTK6732), 2GB de RAM, 16GB de memória interna e ecrã HD de 5 polegadas. Pelo preço que era pedido, o P6000 era uma excelente opção, mas a tecnologia evolui e mesmo nos equipamentos de baixo custo, já se começam a ver hardwares quase de topo.

É aqui que entra o Elephone P6000 Pro, atualizado em vários setores, com destaque para aqueles que vendem (processador e RAM). Segue a lista das caraterísticas do P6000 Pro:

  • Ecrã: 5 polegadas de resolução HD (1280×720) e 293 ppi
  • Processador: MediaTek MT6753 Octa-Core a 1,5GHz
  • GPU: Mali-T720
  • Conetividade: DualSIM, com suporte 4G
  • RAM: 3 GB
  • ROM: 16GB
  • Micro SD (T-Flash): Suporte até 128GB
  • Câmaras: Principal de 13MP da Samsung e 1 frontal de 2 megapixels
  • Bateria: 2700mAh
  • Dimensões: 144.5×71.6×8.9mm
  • Peso: 165g já com bateria
  • Sistema Operativo: Android 5.1

São notórias as melhorias. Mas vamos ver detalhadamente o que nos traz este P6000 Pro.

Caixa e Chassis:

O Elephone P6000 Pro vem acompanhado dos habituais guias de consulta rápida (que na maioria dos casos nem consultamos), adaptador de corrente, cabo de USB/dados e uma película de ecrã adicional, pois o P6000 Pro já tem de origem colocada uma película no ecrã.

O P6000 Pro que temos em review é de cor branca, mas existe a opção preta. No primeiro contacto com o equipamento, destaca-se desde logo a originalidade da led de notificações, que é nada mais nada menos que um círculo luminoso enquadrado no touch do botão “Home”. A traseira, apesar de composta em plástica, é agradável ao toque e aparenta ser resistente. Ponto negativo para o facto de ser uma superfície brilhante e apesar de bonita, é escorregadia.

Em Funcionamento:

Como qualquer smartphone que nos passe pelas mãos, assim que o ligamos olhamos logo para o ecrã. Este Elephone P6000 Pro, apresenta-nos 5 polegadas de um ecrã a 720p, que apesar de não tem um número de pixeis por polegada ao nível de um topo de gama, não desilude. As imagens são nítidas

e a olho nú tem boa definição. As cores, mesmo com ajustes no brilho, tendem a ser pouco vivas.

Na utilização vemos por defeito ativo o launcher da Elephone, que por ausência de menu, pode deixar confusos os habituais utilizadores Android. Podem no entanto ficar descansados, pois pelas “Definições” podemos alterar para o launcher padrão de Android. Não é necessária a instalação de launcher alternativo, a não ser que queiram, como é óbvio!

A nível de desempenho, o hardware que acompanha o Elephone P6000 Pro faz com que a utilização comum seja fluída. Para além das funções básicas de um telefone, testamos aplicações de redes sociais como Facebook e Twitter. E mesmo em tarefas mais exigentes como jogos 3D e reprodução de vídeo no YouTube a 720p, o equipamento continua fluído, com destaque negativo apenas para a fraca qualidade de som da coluna embutida.

Decidimos colocá-lo à prova nos testes de performance mais comuns e no AnTuTu ultrapassamos ligeiramente os 36000 pontos. No GeekBench 3 em single core tivemos uns modestos 632 pontos mas em multi core, fomos surpreendidos com uns quase 3000 pontos, que permitem colocar este Elephone P6000 Pro acima do Samsung Galaxy S5, por exemplo!

A gestão de 2 cartões funciona em pleno e conseguimos acesso às redes 4G dos operadores Portugueses.

A câmara principal de 13 megapixels tira fotos competentes, mas tem alguma dificuldade em captar fotos em exteriores com muita luz natural.

Seguem alguns exemplos das fotos captadas:

Como sabemos que nem sempre gostam de ver muito texto, temos vídeo da review deste Elephone P6000 Pro.

Conclusão:

Resumindo, temos neste Elephone P6000 Pro um excelente equilíbrio na relação qualidade/preço, mas nunca devemos de deixar de ter em conta que dentro desta faixa de preços, existem várias alternativas.

Pontos Positivos:

  • Desempenho geral;
  • Preço;
  • Ecrã

Pontos Negativos:

  • Muitos concorrentes para a faixa de preço que se insere;
  • Plástico traseiro escorregadio;
  • Câmara em ambientes de muita luz;

Não podemos deixar de vos agradecer por nos acompanharem e ao nosso Parceiro Elephone Portugal, por ter cedido gentilmente este Elephone P6000 Pro para análise.

Caso estejam interessados na aquisição deste P6000Pro, podem fazê-lo na loja online da Elephone Portugal. O P6000 Pro custa cerca de 200€, mas o Parceiro faz alguns descontos pontuais.

BT-Compre-aqui-QLITE-Lanterna

Espero que gostem. Deixem a vossa opinião nos comentários!