O Marshmallow trouxe diversas alterações aos utilizadores. As permissões das aplicações foi aclamada por muitos.

“Permitir Hangouts gravar audio?”

Na versão base do Android, antes do Marshmallow, a única maneira que havia de negar uma permissão pedida pela aplicação era não instalar. Com o Marshmallow pode instalar aplicações e permitir ou negar autorizações para cada aplicação. Isto significa que se não quer que a sua aplicação “Santander” tenha acesso à lista de contactos, pode impedir o acesso da mesma.

Agora com o Marshmallow, as aplicações passam a pedir autorizações consoante vão utilizando os recursos do smartphone. Isto significa que, se tentar fazer uma chamada no skype, vai lhe pedir o acesso ao microfone. Quando tentar uma videochamada no Messenger do Facebook, terá um pop-up a pedir lhe o acesso à câmara e ao microfone.

Nestes casos pode escolher Permitir ou Negar. Mas, e se enganar? E se ia clicar em algo naquela zona e surge-lhe o pop-up do nada e clicou sem querer?

Simples. Vá a Definições, abra as Aplicações e seleccione a aplicação da lista. Ao clicar em Permissões da Aplicação terá acesso a todas as permissões e alterar a permissão em questão.

Se quiser gerir aplicações no geral também pode. Em vez de seleccionar uma aplicação da lista, prima o botão Menu (canto superior) e escolha Configurar Aplicações e depois Permissões da Aplicação. Aqui poderá avaliar quais as aplicações que acedem a permissões individuais. Não quer que nenhuma aplicação use o microfone? Basta clicar em Microfone e desligar todas.

“Esta app foi desenhada para uma versão antiga do Android. Negar permissões pode fazer a função não funcionar como pretendido.”

A Google encoraja que as novas aplicações usem este novo sistema de permissões, mas há certas aplicações antigas, desactualizadas ou que ainda não implementaram esta função. Quando tentar desligar um acesso receberá um aviso. A verdade é que certas aplicações antigas poderão bloquear quando tentam usar certas funções que precisam de uma permissão que foi negada.

É certo que isto dará mais liberdade ao utilizador de finalmente controlar as aplicações que tem no seu smartphone, mas não se esqueça que pode limitar certas funcionalidades da aplicação.

Que permissões bloquearia e em que aplicações?