Depois do flagship killer (One Plus 2) vem um equipamento mais modesto.

O One Plus 2 ainda “mexe com os corações” de muitos fanáticos por equipamentos de topo. Quando para além de topo ainda consegue ser acessível, é como música para os nossos ouvidos.

Mas deixemos de parte o Plus 2, que hoje só se falará do Plus X. É o 3º equipamento desta recente marca Indiana, o primeiro que não aspira ser flagship, mas que fica longe de ser um equipamento modesto. Custará 269€ e eis o que trará:

  •  – Ecrã de 5 polegadas com resolução FullHD;
  •  – Processador Snapdragon 801;
  •  – 3GB de RAM e 16GB de memória interna, com expansão via microSD;

Juntemos a isto uma construção que aparenta ter bastante qualidade, de aro metálico e frente e trás cobertas em vidro.

Como nem tudo é perfeito (o preço também não nos permite exigir mais) temos alguns extras que foram retirados para conseguir manter o Plus X competitivo, como o NFC, carregamento rápido e conetividade USB tipo C. Teremos apenas uma cor mas é garantida a compatibilidade com as capas substituíveis do Plus2.

Como habitual na marca virá carregado com o simplista OxygenOS com base no Android 5.1.1, que é bastante simples mas ao mesmo tempo personalizável.

Para os que preferem primar pela diferença e exclusividade, haverá uma versão premium que custará 369€, limitada a 10000 unidades e trará uma capa traseira de acabamento cerâmico brilhante e de elevada resistência.

Será lançado inicialmente na Europa (5 de Novembro) e posteriormente nos Estados Unidos (19 de Novembro). Terá o habitual processo de compra por convite, mas apenas no primeiro mês, sendo garantida “venda aberta” posteriormente.

Estão entusiasmados com este Plus X? Parece-me caso para dizer que sim, pois por este preço não existem muitas alternativas com esta qualidade.

Deixem a vossa opinião nos comentários.