Estamos apenas a algumas semanas do lançamento de um novo smartphone da Huawei, que deverá ser o novo flagship da série MATE, mas hoje, apresentamos o novo processador que o deve equipar.

Revelado num evento em Xangai, o Kirin 960 é o novo processador de alta performance da marca. Usa os novos cores ARM Cortex-A73 e quatro cores A53 de mais baixa performance. É também o primeiro processador a integrar o GPU Mali G71 MP8 que deverá oferecer melhores desempenhos em jogos e gráficos, graças ao aumento de 180% de velocidade em relação ao T880.

kirin-960-comp

Como qualquer CPU de topo, o ponto principal é a velocidade. Para a mostrar, a Huawei colocou um smartphone não identificado com o Kirin 960 lado a lado com um iPhone 7 e um Samsung Galaxy Note 7.

Abrindo 14 aplicações, o Kirin 960 conseguiu ser mais rápido em 13 delas que os outros 2. A Huawei mostrou ainda alguns testes de benchmark, que demonstraram o quão rápido este processador consegue ser.

O AppleA10 consegue ainda ser o melhor nos testes de single-core do Geekbench, mas o Kirin 960 consegue uns impressionantes 6,000+ nos testes de multi-core. Mais alto que o A10 e o Snapdragon 821.

alt="kirin" width="795" height="448" data-echo="" data-echo-srcset="" />

Muita conversa sobre este novo SoC teve relacionada com as câmeras. O Kirin 960 tem suporte nativo para dual-camera – que provavelmente estarão presentes no Huawei Mate – e um processador de imagem melhorado (ISP) devem permitir melhores e mais detalhadas imagens. Permite ainda o uso de sensores com resoluções diferentes.

kirin-960-6

Outra ds especificações relacionadas com as câmeras, é o facto de poder alterar o ponto de foco depois da fotografia ser tirada. A Huawei já tem esta opção no P9, mas nem sempre funciona da melhor maneira.

A duração da bateria é sempre um ponto de referência nos novos processadores. A Huawei deu o exemplo do jogo Pokemon Go como referência. Os melhoramentos deste processador, como o GPS de baixo consumo, devem permitir aos jogadores duplicar o tempo de jogo.

kirin-pokemon

A Huawei não anunciou nenhum produto que use este novo processador, mas não será nenhuma surpresa que o Mate 9 seja o primeiro e recebe-lo. A apresentação está agendada para o próximo mês, na Alemanha.