Há um ano Google lançou a primeira build preview do Android Nougat, chamada naquele momento de apenas Android N. Durante o dia de hoje lançou a primeira preview do Android O para os smartphones da linha Pixel e Nexus.

O firmware foi disponibilizado hoje (21) para desenvolvedores do sistema, mas o download pode ser feito por utilizadores finais que estão ansiosos para saber as novidades do Android 8.0.

Mas antes dos links para download, vamos saber quais as principais novidades desta versão, divulgadas pela Google no seu blog oficial.

Limites de serviços em segundo plano

Com base no trabalho iniciado no Nougat, o Android O dá grande prioridade á melhoria da vida útil da bateria e no desempenho interactivo do dispositivo. Para tornar isso possível, a Google incluiu limites automáticos adicionais sobre o que as aplicações podem fazer em segundo plano, em três áreas principais: transmissões implícitas, serviços em segundo plano e atualizações de localização.

Essas alterações facilitarão a criação de aplicações com impacto mínimo no dispositivo e na bateria. Os limites de fundo representam uma mudança significativa no Android, por isso cada desenvolvedor deve familiarizar-se com eles para tirar melhor proveito desta novidade nesta versão do sistema.

Canais de notificação

Canais de notificação

O Android O também introduz os canais de notificação, que são novas categorias definidas para o conteúdo de notificação. Os canais permitem que os desenvolvedores deem ao utilizador um controlo preciso sobre diferentes tipos de notificações – podem bloquear ou alterar o comportamento de cada canal individualmente, em vez de gerir todas as notificações da aplicação em conjunto.

O Android O também adiciona novos recursos visuais e agrupamento de notificações que tornam mais fácil ver o que está a acontecer  quando existe uma nova mensagem de entrada.

APIs de preenchimento automático

Os utilizadores do Android já dependem de uma série de gestores de senhas para preencher automaticamente detalhes de login e informações repetitivas, o que torna a criação de novos aplicativos ou a colocação de transacções mais fáceis. Com o Android O, este trabalho ficará ainda mais fácil, ao adicionar suporte de plataforma para preenchimento automático.

Os utilizadores podem selecionar uma aplicação de preenchimento automático, similar à forma como selecionam uma aplicação de teclado. A aplicação de preenchimento automático armazena e protege os dados, como endereços, nomes de utilizador e até mesmo senhas.

PIP para dispositivos e novas funcionalidades de janelas

O recurso Picture in Picture (PIP) estão agora disponível em smartphones e tablets, para que os utilizadores possam continuar a assistir a um vídeo enquanto trocam mensagens numa outra conversa.

3 ainda possível especificar a relação de aspecto e um conjunto de interações personalizadas (como, por exemplo, reproduzir/pausar). Outros novos recursos incluem uma nova janela de sobreposição de apps em vez da janela de alerta do sistema e suporte para vários displays para iniciar uma atividade num monitor remoto.

Recursos de fontes em XML

As fontes agora são um tipo de recurso totalmente suportado no Android O. As aplicações podem agora usar fontes em layouts XML, bem como definir famílias de fontes em XML – declarando o estilo e o peso das fontes junto com os arquivos de fontes.

Ícones adaptáveis

Para ajuda a uma melhor integração do sistema com a interface de utilizador do dispositivo, os devs podem agora criar ícones adaptáveis que o sistema apresenta em diferentes formas, com base numa máscara selecionada pelo dispositivo. O sistema também anima interações com os ícones do launcher, atalhos, configurações, caixas de diálogo de partilha e no ecrã de síntese.

Maior amplitude de cores em aplicativos

Os desenvolvedores de aplicações de imagem do Android podem agora aproveitar os novos dispositivos que possuem ecrãs com

grande capacidade de cores. Para exibir imagens de gama ampliada, as aplicações precisarão activar um sinalizador no manifesto (por atividade) e carregar bitmaps com um perfil de ampla cor incorporado (AdobeRGB, Pro Photo RGB, DCI-P3, etc.).

Conectividade

Para o máximo em fidelidade de áudio, o Android O também suporta codecs de áudio Bluetooth de alta qualidade, como o codec LDAC. Também foram adicionados novos recursos Wi-Fi, como o Wi-Fi Aware, anteriormente conhecido como Neighbor Awareness Networking (NAN).

Em dispositivos com o hardware apropriado, os aplicações e dispositivos próximos podem descobrir-se e comunicar por Wi-Fi sem um ponto de acesso à internet. Para que isto funcione correctamente é preciso que parceiros de hardware tragam a tecnologia Wi-Fi Aware para os dispositivos o mais rápido possível.

 

O framework Telecom entende as APIs do ConnectionService para permitir que as aplicações de chamadas de terceiros se integrem com a UI do Sistema e funcionem perfeitamente com outras aplicações de áudio.

Navegação com o teclado

Com o advento das aplicações do Google Play no Chrome OS e outros sistemas de grande formato, estamos a ver um ressurgimento do uso da navegação por teclado nessas aplicações. No Android O, há uma forte concentração na construção de um modelo mais confiável e previsível para navegação através de setas e guias que auxiliam tanto os desenvolvedores quanto os utilizadores finais.

AAudio API for Pro Audio

AAudio é uma nova API nativa projectada especificamente para aplicações que exigem alto desempenho e baixa latência de áudio. As aplicações que utilizam AAudio leem e escrevem dados através de fluxos. No Developer Preview foi lançada uma versão inicial desta nova API para obter comentários dos desenvolvedores.

Aperfeiçoamentos do WebView

Aperfeiçoamentos do WebView

No Android Nougat foi introduzido um modo multiprocesso opcional para o WebView que movia o tratamento do conteúdo da web para um processo isolado. No Android O, foi ativado o modo multiprocesso por padrão e adicionando uma API para permitir que a aplicação manipule erros e falhas, para aumentar a segurança e melhorar a estabilidade. Como medida de segurança adicional, agora é possível optar pelos objetos WebView da aplicação para verificar URLs por via da navegação segura do Google.

Java 8 APIs e otimizações de tempo de execução

O Android suporta agora várias novas APIs de Java, incluindo a nova API java.time. Além disso, o Android Runtime está mais rápido do que nunca, com melhorias de até 2x em alguns benchmarks de aplicações.

Contribuições da plataforma de parceiros

Os fabricantes de hardware e parceiros de tecnologia têm acelerado correções e melhorias para a plataforma Android na versão O. Por exemplo, a Sony contribuiu com mais de 30 aprimoramentos de recursos, incluindo o codec LDAC e 250 correções de bugs para o Android O.

A Google lançou uma página dedicada para devs, para que estes possam tirar total proveito das novidades do Android O. Caso sejas um developer, e pretendas adaptar a tua aplicação para a nova versão, basta dar uma vista de olhos nas dicas.

Download da preview do Android O

Download da prévia do Android O

A actualização está disponível para os smartphones Nexus 5X, Nexus 6P, Pixel e Pixel XL, além dos dispositivos Nexus Player e Pixel C.

É importante lembrar que ao instalar estas imagens de fábrica o smartphone será formatado. Desta forma, é necessário fazer backup dos dados antes de iniciar a instalação.