Android Oreo (Go Edition) é um projeto da Google que visa disponibilizar um bom sistema operativo para aparelhos de baixo custo de até 1GB de memória RAM e 8GB de armazenamento interno. O mesmo tem como objetivo evitar bloqueios e possibilitar aos seus utilizadores a melhor experiência Android possível.

Ao firmar acordos com várias empresas, incluindo a Qualcomm e MediaTek, a gigante das buscas visava aparelhos cada vez mais baratos por parte das fabricantes. No entanto, a expectativa foi superada, visto que, no final de janeiro, os consumidores indianos terão a possibilidade de encontrarem aparelhos por INR 2.000 ou $32/€26.

Uma das empresas que começarão a praticar os preços citados anteriormente será a Micromax, e após disso, muito provavelmente outras companhias como a Intex, Lava e Karbonn devem seguir pelo mesmo caminho dos preços mais acessíveis.

Estes valores são muito positivos para o público que tem uma condição financeira mais “apertada” e até mesmo

para as fabricantes, visto que as mesmas já haviam encarando uma queda de 15% nas vendas devido ao grande sucesso que as empresas chinesas vêm fazendo no mercado de smartphones dentro da Índia.

Porém, não podemos deixar de citar que a maior beneficiada de todas é a própria Google. A mesma acumula uma impressionante receita de mais de 1 bilião de dólares nesse mercado.

É interessante salientar que metade dos telefones vendidos no país, sejam eles smart ou não, estão na faixa de $32,00. No entanto, estes novos aparelhos terão a vantagem de possuírem a propaganda de serem uma experiência Google.

Como é sabido, a Qualcomm e MediaTek também estão envolvidas no projeto, o que adiciona mais qualidade e economia de preço aos aparelhos de entrada que chegarão em breve ao mercado mundial com o Android Oreo (Go Edition).