Pouco a pouco, novas informações sobre um futuro Galaxy S8 vão ganhando forma. A informação da vez é que a versão 2017 do flagship da Samsung pode ter um processador dos mais velozes dentro dele, sendo até 30% mais rápido que o Galaxy Note 7.

Samsung Galaxy S8: Disponibilidade e preço

Os aparelhos da Samsung, geralmente, são lançados durante o primeiro trimestre do ano. Acreditamos que com o Galaxy S8 não será diferente. A empresa sul-coreana pode apresentá-lo na CES 2017, em janeiro, ou durante o MWC 2017, em março.

Também não podemos descartar a possibilidade da marca realizar um evento independente, que pode acontecer em datas separadas dessas feiras de tecnologia. Nenhuma estimativa de preço foi divulgada até agora.

Samsung Galaxy S8: Ecrã

Rumores sobre a possibilidade de que o ecrã do Samsung S8 tenha resolução 4K não são novos e estão a ficar cada vez mais fortes. O dispositivo está a ser chamado internamente de “Project Dream”, que sugere que o dispositivo possa estar vinculado ao DayDream, a plataforma de realidade virtual móvel, com a qualidade Google.

A tela de 5,5 polegadas com densidade de 806 pixels por polegada já foi apresentada pela Samsung este ano, durante uma feira especializada em displays. Sendo assim, não é uma possibilidade totalmente remota o próximo topo de linha da Samsung chegar com uma tela 4K e seu novo codename ser “Project Dream”, uma referência à sua compatibilidade com o Daydream.

androidpit samsung galaxy s7 14
AMOLED do Galaxy S7 com resolução 2K

Samsung Galaxy S8: Características especiais

USB Type-C

Aparentemente, a Samsung resolveu abrir mão do USB Type-C nos projetos finais do Galaxy S7 e S7 Edge. No entanto, a empresa tornou alguns acessórios, como o fone de ouvido do Gear VR, compatível com o USB Type-C. Assim, acreditamos que aos poucos a empresa irá considerar o novo padrão para novos dispositivos, substituindo o USB Type-A, o padrão de muitos dispositivos nos últimos anos.

Androidpit usb type c 0407
USB Type-C irá aparecer no Galaxy S8 

Retorno do sensor de Infravermelho

O sensor de Infravermelho apareceu no Galaxy S4 e foi até o Galaxy S6, sendo removido no S7. Este sensor permite que o dispositivo funcione como um controle remoto universal de diversos equipamentos, como televisores, ar-condicionados e DVDs players, por exemplo. Gostaríamos muito de poder rever este recurso único no Galaxy S8.

Alti-falantes estéreo frontais

Alto-falantes frontais e estéreo elevam o nível da experiência do usuário com o aparelho. Jogar ou assistir vídeos em um aparelho com essa característica torna, além da experiência, a compra do aparelho ainda mais atraente e justificável.

Aparelhos como o Huawei P9 e o HTC 10 tornaram a experiência com o áudio elevada, adotando o áudio estéreo. Esperamos que a Samsung considere essa característica no Galaxy S8.

Samsung Galaxy S8: Bateria

O retorno da bateria removível

Cedendo à pressão dos consumidores, a Samsung resolveu implementar o slot para cartão microSD no Galaxy S7, que havia ficado de fora no Galaxy S6. Entretanto, um dos pedidos dos fãs da Samsung ficou de lado, que era o retorno da bateria removível. Essa era uma das principais características da linha Galaxy S, e um dos grandes trunfos da Samsung.

A bateria removível pode ser uma alternativa para aqueles que pretendem usar o dispositivo por mais de um ano, visto que esse período irá requerer inúmeros ciclos de cargas. Uma bateria irremovível, logo, significa a antecipação da obsolescência programada.

AndroidPIT lg g5 friends 0352
O LG G5 não abriu mão da bateria removível 

Suporte nativo para Quick Charge 3.0

A tecnologia de carregamento rápido, Quick Charge 3.0, é compatível com processadores da Qualcomm, presente em alguns modelos do Galaxy S7. O Exynos poderia oferecer suporte pleno ao carregamento turbo, mas a Samsung optou em priorizar o rendimento da bateria ao invés de acrescentar o suporte para carregamento rápido.

Acreditamos que essa lógica tenha sido seguida pela Samsung por um único motivo: carregamento rápido significa enfraquecimento da bateria a curto prazo. Portanto, voltamos ao tópico anterior: a bateria removível ajudará nesses casos. Suporte ao Quick Charge 3.0 e a opção de remoção da bateria seria o melhor dos dois mundos.

test comparatif snapdragon 820 vs snapdragon 810 qualcomm quick charge 3 0 image 00
O Galaxy S8 poderia vir com uma bateria removível e compatível com o Quick Charger 3.0/ © Qualcomm

Samsung Galaxy S8: Especificações técnicas

A Samsung estaria testando uma nova geração de processadores Exynos, sendo que a bola da vez seria o Exynos 8895. Segundo o site PhoneArena, essa versão do chipset poderia alcançar um clock de até 4.0 GHz (30% a mais que Exynos 8890, que atinge até 3.0GHz) e podemos presumir que o componente tem boas chances de equipar um futuro Galaxy S8. 

Para efeito de comparação, um futuro Galaxy S8 equipado com esse chipset poderia ser até 30% mais rápido que o Galaxy Note 7, lançado pela Samsung em julho último. 

E tão ou mais importante que a questão da velocidade, está o fato de que o Exynos 8895 seria fabricado sob o processo de 10 nm (nanômetros). Isso significa um menor consumo de energia do processador o que, consequentemente, proporcionaria maior autonomia de bateria.

É fundamental dizer que os 4.0 GHz citados foram atingidos em um processo de overclocking, ou seja, dificilmente o Galaxy S8 chegaria ao mercado com essa velocidade. Seria mais razoável supor, no entanto, que o processador do dispositivo passe dos 3.0 GHz. O destaque fica por conta do processo de produção em 10 nm, que conseguiria desenvolver chips velozes sem o risco de superaquecer o smartphone.