O Android é actualmente um enorme ecossistema de apps, jogos, funções e funcionalidades. Sendo assim, faz todo o sentido que o mesmo vá criando o seu próprio léxico.

Frases, palavras e acrónimos que não existiam à uns anos atrás fazem agora parte da linguagem de técnicos, developers e entusiastas por todo o mundo.

new-prof-642x445.

Assim sendo, e de forma a podermos falar todos a mesma linguagem, foi criado um pequeno dicionário do ANDROID, onde podemos consultar aqueles termos mais usados, e que muitas vezes não sabemos o que significam. Os termos estão ordenados de acordo com o original, ou seja, os derivados dos anglicanismos.

Activity

Um ecrã ou menu dentro de uma app, que pode ser “chamado” especificamente para abrir ou configurar actividades do dispositivo (controlar display, wi-fi, dados, etc.)

ADB

Atalho para Android Debug Bridge. Software que faz a ponte entre o dispositivo Android e o computador, permitindo enviar comandos de programação para o smartphone ou tablet, através de um cabo USB.

AMOLED

Atalho para active-matrix organic light-emitting diode. Um tipo de display que foi desenvolvido pela Samsung, onde cada pixel emite a sua própria luz, eliminando a necessidade de iluminação de fundo, como acontece com os displays LCD. Distinguem-se pelas suas cores saturadas e pretos fortes.

Android

O sistema operativo mais famoso do mundo no que diz respeito às plataformas móveis. Sistema open-source actualmente desenvolvido pela GOOGLE, que foi originalmente desenvolvido tendo como base o LINUX, como um sistema touch-screen alternativo aos desktops.

AOSP

Atalho para Android Open Source Project. Usado normalmente como referencia a uma versão não modificada do Android.

APK

Atalho para Android application package. Extensão usada no Android para os ficheiros de instalação (ex., app.apk). Similar ao .exe nos sistemas Windows.

App

Atalho para application. Um programa de software, normalmente desenvolvido para sistemas móveis, e que pode efectuar diversos tipos de funcionalidades.

ART

Atalho para Android Runtime. Nova livraria da maquina virtual do Android, que veio substitui o antigo Dalvik.

Bootloader

Software que faz arrancar o Android e todos os serviços necessários. Também serve de interface para enviar comandos via fastboot, através de um cabo USB.

Bootloop

Um erro de software que ocorre, e que faz com que o dispositivo reinicie, tentando correr novamente o sistema Android, devido ao erro, o sistema volta a crashar, ficando a fazer restart infinitamente.

Bricked

Dispositivo cujo software foi corrompido (normalmente pelo utilizador) até ao ponto em que não consegue correr o Android, acabando o dispositivo por terminar como pisa-papéis ou tijolo (brick). O hard bricked é usado para referir uma falha no hardware, enquanto o termo soft bricked representa uma falha de software, que pode ser, potencialmente, ser solucionada..

Build.prop

Ficheiro de texto que faz parte da pasta de sistema do Android, que contem diversas linhas de comando que definem algumas actividades do dispositivo. Editar estas linhas de comando pode remover restrições, dar acesso a novas funcionalidades, mudar a densidade do ecrã, ou mesmo dar um impulso à performance—mas é necessário acesso ROOT para modificar o ficheiro.

BusyBox

Conjunto de comandos especializados ou ferramentas que podem ser instalados num dispositivo com ROOT e que dão novas funcionalidades a algumas aplicações ou definições.

Carrier

O fornecedor do serviço de rede e de dados para um smartphone ou tablet. Em portugal temos os gigantes MEO, NOS e Vodafone.

ClockworkMod

Abreviado CWM, uma das primeiras custom recoveries(ver em baixo) a ficar disponível para um grande leque de dispositivos Android. Como todas as custom recoveries, a ClockworkMod pode ser utilizada para efectuar backups NANDroid (ver em baixo), aplicar modificações de terceiros ao Android, ou instalar uma custom ROM (ver em baixo).

Cupcake

Nome de código para a primeira versão publica do Android (1.5). Lançada a 27 de Abril de 2009.

Custom Recovery

Software de recovery de terceiros que substitui a versão stock do Android, adicionando a possibilidade de adicionar pacotes de actualizações, criar backups NANDroid (ver em baixo), e instalar custom ROMs (ver em baixo).

Custom ROM

Uma versão do Android criado por programadores independentes e que substituem o sistema operativo na totalidade. Normalmente instalados através de uma custom recovery (ver em cima), normalmente introduzem diversas melhorias e recursos extra.

CyanogenMod

Também Cyanogen, CM, CM 12.1, etc. Uma das primeiras custom ROMs (ver em cima) a incluir suporte para um leque variado de dispositivos . Baseado em AOSP (ver em cima), a CyanogenMod inclui diversos recursos e opções de tweaking.

Dalvik

Máquina virtual usada desde o Android Cupcake (ver em cima) até ao Android KitKat (ver em baixo). Dalvik desapareceu a favor do ART (ver em cima) em 2014.

Donut

Nome de código para a versão 1.6 do Android. Lançado a 15 de Setembro de 2009.

Eclair

Nome de código do Android para as versões 2.0 até 2.1. Lançado a 26 de Outubro de 2009.

Factory Reset

Retornar o software do dispositivo ao seu estado inicial, apagando todos os dados e ficheiros de utilizador. Pode ser feito através de uma custom recovery (ver em cima) ou no menu de definições do Android.

Fastboot

Protocolo para enviar dados de um computador para o dispositivo Android atraves de um cabo USB. É a conexão de dados enquanto o dispositivo está em modo bootloader (ver em cima). Normalmente é usado para instalar firmware (ver em baixo) manualmente, ou para instalar uma custom recovery (ver em cima).

Firmware

O software base instalado num dispositivo, incluindo o sistema operativo. “Factory firmware” é usado para descrever o software que vem de fábrica com o dispositivo, excluindo aplicações e alterações..

Flash

Define o instalar de uma custom ROM (ver em cima) através de uma custom recovery (ver em cima), ou instalar o sistema operativo de fábrica usando Fastboot (ver em cima) ou o Odin (ver em baixo).

Force-Close

Termo usado para definir quando uma aplicação fecha subitamente, muitas vezes abreviado como FC.

Froyo

Nome de código do Android das versões 2.2 até 2.2.3. Inicialmente lançado a 20 de Maio de 2010.

Gingerbread

Nome de código do Android das versões 2.3 até 2.3.7. Inicialmente lançado a 6 de Dezembro de 2010.

Google Now

Serviço que apareceu no Android Jelly Bean (ver em baixo) que usa informação recolhida de várias fontes pelo Android, para prever a informação que o utilizador quer ver em determinada altura. Muitas vezes usado para definir a pesquisa de voz da Google.

Google Play Store

Principal loja de aplicações do Android, onde os utilizadores podem pesquisar e instalar todo o tipo de software, como aplicações ou jogos. Neste momento já tem diverso conteúdo adicional, como filmes, livros, musica, etc. Normalmente referido como “Play Store” ou “Google Play.”

Hard Reboot

Também referido como Hard Reset. Acto de pressionar e segurar uma combinação de teclas para forçar o dispositivo a fazer reset e reiniciar.

Holo

Primeiro interface de design unificado do Android.

Honeycomb

Nome de código de uma versão especifica do Android direccionada para tablets (versões 3.0 até 3.2.6). Inicialmente lançada a 22 de Fevereiro de 2011.

Ice Cream Sandwich

Ou abreviado ICS. Nome de código do Android para as versões 4.0 até 4.0.4. Inicialmente lançado a 10 de Outubro 2011, combinava as anteriores versões do Android com a versão optimizada para tablets  Honeycomb, usando uma nova interface de disign chamada Holo (ver em cima).

IPS

Atalho para in-plane switching. Tecnologia usada nos displays LCD que aumenta drasticamente os ângulos de visão.

Jelly Bean

Nome de código do Android das versões 4.1 até 4.3.1. Inicialmente lançado a 9 de Julho de 2012.

Kernel

Software “baixo-nível” do Android e outros sistemas baseados em Linux, que fazem a tradução dos pedidos das aplicações em código que o hardware possa entender.Versões modificadas podem ser instaladas para dar novas funcionalidades e novos comandos de hardware.

KitKat

Nome de código do Android das versões 4.4 até 4.4.4. Inicialmente lançado a 31 de Outubro de 2013.

Launcher

O home screen dos dispositivos Android, usado para abrir e gerir as aplicações. Pode ser substituído por um Launcher de terceiros, usando inúmeros aplicativos disponíveis na Google Play Store (ver em cima).

Lollipop

Nome de código do Android das versões 5.0 a 5.1.1. Inicialmente lançado a 12 de Novembro de 2014, marcou o abandono do Holo (ver em cima) e introduziu o novo interface Material Design (ver em baixo).

Marshmallow

Nome de código da mais recente versão do Android (6.0). Lançada a 5 de Outubro de 2015.

Material Design

Actual filosofia de design do Android., substituiu o Holo (ver em cima). Tentativa de unificar o design do sistema e os menus, bem como algumas aplicações.

NANDroid Backup

Também referido simplesmente como Nandroid. Um cópia integral do software dos dispositivo, tal e qual ele se encontra no momento. São criados com as custom recovery (ver em cima) e podem ser restaurados sempre que surja um erro ou que o utilizador deseje repor os dados para a data em que este foi criado.

NFC

Atalho para near field communication. Sistema de comunicação wi-fi de muito baixa energia, usado para o funcionamento do  Android Pay e do Android Beam.

Odin

A programa de software para Windows usado para instalar firmware (ver em cima) em dispositivos Samsung (ou outros) através de uma ligação USB.

OTA

Atalho para over the air. Termo usado para referir um update de firmware que é enviado por um sistema wireless para o dispositivo pelo fabricante ou pelo fornecedor de serviços. Se um dispositivo tem Root, normalmente há uma falha neste tipo de update.

PPI

Atalho para pixels per inch. Medida usada para medir a densidade de pixeis num display.. Quanto mais alto, mais detalhado.

Root

Tecnicamente falando, é a pasta principal de um sistema baseado em Linux, onde todos os ficheiros do sistema operativo são guardados. No que diz respeito ao Android, Root refere-se ao facto de o utilizador ter acesso aos ficheiros que estão dentro desta pasta, significando que as pode alterar, realizando assim modificações no sistema operativo

Por defeito, os sistemas Android não dão acesso a esta pasta, mas pode obter-se com algumas “manobras” de software.

Sense

Tema alterado do Android com características não disponíveis nas versões AOSP (ver em cima). Usado pela HTC em todos os seus dispositivos.

Services

Parte de aplicações Android que não fornecem um interface para o utilizador, mas que realizam acções em backgroud e podem mesmo ser alteradas com a utilização de outras aplicações.

Sideload

Processo de instalar uma aplicação, fazendo o download do ficheiro APK (ver em cima) para o dispositivo, executando-o depois. Difere do método normal de instalação através da Google Play Store (ver em cima), mas tem o beneficio de se poderem in Google.

Soft Reboot

Também referido como Soft Reset. Método disponível em algumas Custom ROMs(ver em cima) e via aplicações Root (ver em cima) que encurtam o tempo de reboot do dispositivo, por simplesmente fazerem o restart do Android em oposição a um reboot completo através do Bootloader (ver em cima)

Stagefright

Livraria média do Android, usada para o render de vídeos, música e fotos. Recentemente ficou muito conhecida, pois permitia o controlo dos dispositivo por Hackers, devido a uma falha de segurança

Tethering

Processo de usar o serviço de dados de um dispositivo, partilhando o mesmo com outros.

TouchWiz

Tema alterado do Android com características não disponíveis nas versões AOSP (ver em cima). Usado pela Samsung.

TWRP

Atalho para Team Win Recovery Project. Uma custom recovery com opção touch-screen que pode ser utilizada para efectuar backups NANDroid (ver em cima), aplicar modificações de terceiros ao Android, ou instalar uma custom ROM (ver em cima)

Vanilla Android

Termo utilizado para referir uma versão não modificada usada nos dispositivos Nexus, ou não AOSP (ver em cima)

Wakelock

Um serviço usado pelas aplicações para prevenir o dispositivo de entrar no modo low-power, que limpa a aplicação da memória.

Estes são apenas alguns dos termos mais utilizado pelos utilizadores Android, sendo que alguns podem ser comuns a outros sistemas.

Certamente existem mais, e deixamos o desafio aos leitores droidlab.pt para irem adicionando léxico a este pequeno dicionário.

 

  • Carlos

    Excelente.. Alguns não conhecia ou lembrava