Esta aplicação para sistemas Android tem como objectivo “garantir a continuidade da tradição académica através de diversas funcionalidades”. Os utilizadores desta plataforma podem aceder rapidamente a informação crítica para diferentes estatutos na praxe, contrariando assim o facto de o “Código da Praxe” ser extenso e muitas vezes ignorado; transmitir informação relativamente aos dias em que pode ocorrer alguma actividade praxística ou denunciar, directamente, as más práticas ao Conselho de Veteranos.

A única plataforma que existe sobre a Praxe pertence ao Conselho de Veteranos da Universidade de Coimbra, que referem encontrar-se “bastante incompleta”. Ainda de acordo com

o grupo de estudantes, o propósito é “fazer com que a praxe continue a seguir velhas tradições e com a ‘Dura Praxis’ combater os abusos que lhe dão mau nome”.

Henrique Branquinho, Flávio Pereira, João Afonso, José Ferreira, Tiago Menezes, Filipe Good e Guilherme Basto são os promotores deste projecto. A versão final da aplicação foi lançada ontem, no Google Play, podendo acompanhar todas as novidades na página de Facebook: https://www.facebook.com/DuraPraxisApp/