A Alcatel deve ser a próxima a apostar no conceito de smartphones modulares. Depois do fiasco da LG com o G5 e algum sucesso da Motorola com o Moto Z, a subsidiária da TCL Corporation poderá lançar um smartphone com ideia parecida ao Motorola.

De acordo com o site húngaro Tech2, a Alcatel estará presente na MWC 2017, feira na qual deve apresentar  cinco novos smartphones – assim como a Sony. Um deles poderá ter design modular, com substituição da parte traseira para incluir recursos extra.

Aparentemente, a ideia é oferecer módulos apenas para aqueles que quiserem adicionar algumas novas funcionalidades ao aparelho. Pensando bem, não é muito diferente da ideia do Moto Z.

Uma das imagens disponibilizadas mostra um módulo de áudio, com LEDs que acendem e apagam em diferentes cores dependendo do ritmo da música reproduzida. Há poucos detalhes sobre o acessório por enquanto.

O aparelho vai ter LED dual tone para o flash na parte traseira, onde terá uma câmera de 13 megapixels, segundo os rumores. O processador será supostamente um MediaTek octa-core, cujos detalhes sobre o modelo ainda não se sabe ao certo.

De acordo com o GSMArena, este pode muito bem ser o Idol 5, cujo preço pode andar em torno dos €320 ou mais na versão desbloqueada.

A Alcatel tem uma conferência marcada para o dia 26 de fevereiro, segundo os tumores.

A aposta da Alcatel no design modular é uma boa ideia?

  • eu

    A ideia do telemóvel modular parece boa, mas na realidade não é prática. Nem as baterias são possiveis tirar para poupar espaço. Para não falar no dinheiro, que inviabiliza a ideia. Mesmo a câmara externa para melhor qualidade, acaba por não ser prática. ou então têm de melhorar o design e preço.
    Mas com o aumento da capacidade de processamento, as docking stations (como pouco têm/anunciaram), ou outros acessórios capaz de o transformar num pc, isso sim.