A Motorola decidiu deixar uma prenda de Natal nos sapatinhos dos seus utilizadores, desta vez foram os proprietários do Moto G (2015).

No fim do mês passado, foram os utilizadores do Moto G (2104) os contemplados com a boa nova Android 6.0 Marshmallow, uma prenda de Natal antecipada para muitos.

As imagens comprovam que a atualização começou a ser distribuída via OTA (Over the Air). O número de versão é o mesmo visto em pacotes para outros dispositivos da família Moto, 24.11.25.en.US.

 

Moto G 2015 com Android 6.0 Marshmallow
Moto G 2015 com Android 6.0 Marshmallow

Para já o update está a chegar aos smartphones livres de operador (XT1540) nos Estados Unidos e Canadá. Para além do salto para o Android 6.0, trás também as novidades anunciadas no Marshmallow, as goodies da nova versão.

O update oferece melhorias de desempenho e correcções de bugs, nos smartphones da marca, mas podemos ainda destacar algumas novas funcionalidades: 

  • Modo Doze – Esse novo recurso monitoriza o telefone e coloca o mesmo em um sono profundo quando em standby, permitindo assim aumentar substancialmente a longevidade da bateria.
  • Now on Tap – Google Now está ainda melhor no Android M. Basta pressionar e segurar o botão home para abrir o Google Now com informações baseadas nas vossas procuras.
  • Android Pay – Android M permite accionar o Android Pay com um simples toque para realizar compras e pagamentos de maneira muito fácil e prática, sem ter que abrir a aplicação.
  • Direct Share – Compartilhe as suas fotos, notícias, links, etc., com os seus contactos favoritos com facilidade e rapidez.
  • Controles de volume mais simples – uma maneira mais intuitiva para controlar o volume dos toques de chamada e do sistema em geral.

Para além de adicionar as novas funcionalidades do Android M, algumas aplicações Moto foram retiradas, como o Migrate e o Assist.

Moto G 2015

 

Mesmo a correr Android 5.1 Lollipop, o Moto G (2015) é considerado um dos melhores equipamentos que podem comprar, tendo em conta preço vs qualidade.
Vem equipado pelo Qualcomm Snapdragon 410, um quad-core com velocidades até 1.4 GHz. Para além do processador, os compradores podem decidir entre uma versão mais barata com 1GB de RAM e 8GB de espaço interno, ou a versão de 2GB de RAM e 16GB de ROM.

Com um valor que ronda os 200€ trata-se de uma boa alternativa para aqueles procuram um budget phone que procura estar sempre atualizado.

E vocês já receberam o update? Vale realmente a pena o Moto G 3a geração?