O Huawei Mate 8 era o smartphone mais aguardado pelos fãs da Huawei, a espera terminou pois o mesmo já foi apresentado na China.

A Huawei está em crescimento exponencial, tanto na sua terra natal China onde é líder de vendas, como no resto do mundo onde o Nexus 6P é cada vez mais apontado como o melhor smartphone Android. Tendo em conta este caminho, a Huawei lançou hoje na China o Huawei Mate 8.

Seguindo a linha do Mate 7, e do intermédio Mate S, a Huawei está agora a lançar o Mate 8, um phablet cheio de estilo com o processador de última geração Kirin, e uma mão cheia de características de topo, e já vem com o Android 6.0 Marshmallow.

Não foram avançados muitos detalhes por agora, porque a Huawei decidiu apenas lançar o Mate 8 apenas na China, e terá a sua apresentação mundial na CES 2016.

As características deste poderoso phablet Mate 8 começam no seu ecrã de 6″ Full-HD (tal e qual como o Mate 7), coberto com um vidro Gorilla 2.5D.
No seu design de ponta a Huawei encaixou um grande ecrã, o que dá a este Mate 8 uma relação ecrã-corpo de 83% para o ecrã.
É esperado que o ecrã seja melhor que o seu antecessor utilizado no Mate 7, com 95% na gama de cores NTSC.

 

huawei-mate-8-press-x-3-840x705

O Huawei Mate 8 estará disponível em Champanhe Ouro, Luar de Prata, Cinzento Espacial, e Castanho Mocha.
Em termos de espessura, o Mate 8 tem 7,2mm como o seu companheiro Mate S.
Confirmando os rumores, a parte traseira do Mate 8 é dominada por um grande módulo onde está incluida a câmara fotográfica, e um sensor de impressão digital, tal e qual o Nexus 6P.
O sensor de impressão digital é mais rápido e preciso que o utilizado no Mate 7.

O processador 950 Kirin que a Huawei lançou no início deste mês, é o primeiro processador a trazer quatro núcleos Cortex-A72 e Cortex A53 combinados com uma GPU Mali-T880.
No geral, este desenho FinFET de 16 nm deve fornecer a melhor relação desempenho/eficiência energética comparado com o antecessor Kirin 930, mas o grande destaque é o processador i5 que a Huawei possui é o co-processador mais potente no mercado.

O co-processador i5 fornece suporte de hardware para tarefas como o reconhecimento de voz, o reduzido consumo de bateria enquanto ouvimos música, o sensor hub, o provedor de localização fundido (FLP) navegação e tarefas que recorram à localização mais eficientes.
Isto significa que as tarefas que correm em segundo plano (funcionam quando o smartphone está em standby) se tornem mais eficientes e não consumam tanta bateria e melhorem a longevidade da mesma.
Em resumo, ouvir música, controlo por voz, e navegação GPS vão beneficiar com a presença deste co-processador i5.O Kirin 950 também inclui um poderoso processador de imagem, que vai disputar o fluxo de dados provenientes do sensor de 16MP da câmara fotográfica traseira.

Para alimentar este poderoso phablet, a Huawei equipou-o com uma bateria generosa de 4000 mAh.
huawei-mate-8-press-x-4-840x711

O Huawei Mate 8 vai correr uma EMUI extremamente modificada Huawei 4.0 com base no Android Marshmallow.
Mesmo que tenhamos de esperar algum tempo para ver o Mate 8 em acção, a verdade é que a Huawei é a segunda maior fabricante de smartphones a lançar um dispositivo com o Android Marshmallow de fábrica, o que é bastante impressionante.
A Huawei apetrechou o Mate 8 com uma série de características no software como por exemplo o controlo por voz, uma firewall para poupança de energia, um recurso chamado eRecovery que julgamos ser uma espécie de restaurador de sistema, ou um desfragmentador de ficheiros.

O Mate 8 está disponível a partir de hoje na China, mas só vamos ter novidades em relação ao preço e quando estará disponível no resto do mundo, na CES 2016 que se vai realizar no início de Janeiro.

Até ao momento sabemos que estão a ser comercializadas três versões do Mate 8 que variam na memória RAM e armazenamento interno:

3GB RAM – 32GB de armazenamento: $470
4GB RAM – 64GB de armazenamento: $580
3GB RAM – 128GB de armazenamento: $690

O que acham deste Huawei Mate 8?