Carl Pei, um dos fundadores da OnePlus deixa escapar essa informação em entrevista.

A entrevista foi dada ao portal CNET e Carl Pei avança que o sucessor do One Plus 2 será lançado no final do 2º trimestre deste ano. Assim sendo, haverá um período inferior a um ano em relação ao lançamento do atual flagship da marca, o Plus 2.

images-show-usbInfelizmente, na entrevista não são reveladas muitas informações acerca do Plus 3, apenas que será um flagship, ficando o Plus X como gama intermédia. Este Plus 3 será o 4º smartphone da marca. Carl Pei reserva bastante esperança com este lançamento, pretendendo o que mesmo tenha tanto impacto como o primeiro smartphone da marca, o One Plus One. Adianta que o design será remodelado em relação ao seu antecessor, faltando saber se tal significará que haverão mudanças radicais no aspeto do smartphone.

RKaGR02ECarl Pei informa ainda que o OnePlus 2 foi maior sucesso de vendas que o OnePlus One, mas pretende que esta 3ª geração abane o mercado com fez o smartphone de estreia da marca. Não se adivinha tarefa simples, mas será que o fabricante terá algum trunfo na manga? Design modular como o recentemente apresentado LG G5? Veremos… As vendas que Carl Pei acima refere, não são apresentadas em números concretos, mas não existem grandes dúvidas acerca do sucesso da OnePlus. Fundada em 2012, consegue ter neste momento na plataforma do seu fórum oficial, cerca de 800 mil utilizadores registados. É obra!

A expansão da marca a outros territórios, como a América Latina irá fomentar ainda mais esse crescimento. Carl Pei indica que o mercado Americano terá forte impacto no desenvolvimento do One Plus 3 e deixa ainda a ideia que o formato de venda deste flagship seja diferente do sistema de convites do Plus One e 2. Recorde-se que o One Plus X, esteve em sistema de convites por 3 meses, tendo passado posteriormente a “venda aberta”. Veremos como será com este novo lançamento. Nota-se a aproximação da marca com os consumidores. A marca é conhecida como tendo apenas presença online, mas desde o inicio do ano que já temos suporte presencial da marca em países como o Reino Unido e Estados Unidos.

Que poderemos esperar deste One Plus 3, sabendo que será um flagship? Qual será o factor que Carl Pei aponta que será diferenciador e irá abanar o mercado? Querem dar as vossas apostas? 

Deixem a vossa opinião nos comentários!